10 Brincadeiras para bebês de 0 a 6 meses de idade

Mamães e Papais,
Como havia prometido, fiz estou resumindo as brincadeiras publicadas nos livros da editora Coquetel - "Brincadeiras criativas para Bebês Inteligentes", o primeiro volume, para crianças de 0 a 1 ano, contém 40 brincadeiras diferentes e o segundo, para crianças de 1 a 2 anos, possui mais 48 brincadeiras.
Neste primeiro post estou colocando as primeiras 10 brincadeiras indicadas para bebês de 0 a 6 meses de idade. Vou tentar publicar as brincadeiras semanalmente. Se alguém tiver interesse maior em alguma delas, me escreva que enviarei informações mais detalhadas.



1)      Caretas
Fazer caretas para o bebê é uma das brincadeiras mais utilizadas pelos pais, amigos e familiares. É uma brincadeira simples que estimula o desenvolvimento da visão e do foco do bebê, alem de melhorar a comunicação e aumentar os laços afetivos.
2)      Sons
Colocar música, fazer sons com objetos ou cantar e conversar com o bebê, alem de acalmar e relaxar o bebê, ajuda-o a se acostumar com o barulho e a localizar de onde vêm os sons e estimula a memória.
3)      Observação
Quando nasce, o bebê não consegue focar em muitos detalhes, enxerga apenas contrastes. Com o tempo a visão do bebê estará se desenvolvendo, portanto colocá-lo sempre em locais diferentes para que ele possa observar coisas diferentes, fará com que ele fortaleça os músculos oculares.
4)      Conversar
Conversar com o bebê é uma atividade muito simples e pode ser feita a todo o momento. Como benefícios dessa atividade temos que o bebê fica mais calmo, reconhece a voz, ajuda no desenvolvimento da linguagem, na interação social e na criação de laços.
5)      De bruços
O bebê pode ser colocado de bruços a partir de duas semanas, mas sempre sobre supervisão (nunca deixar o bebê de bruços se não tiver alguém por perto). É uma brincadeira que ajuda no fortalecimento dos músculos do pescoço, do tronco e da parte superior das costas, alem dos músculos abdominais e alivio de gases e cólicas.
6)      Prestar atenção
O bebê vai adorar ver os pais fazendo qualquer coisa, pois por mais trivial que sejam as tarefas, para ele tudo é novidade. Os músculos oculares do bebê se desenvolvem à medida que focaliza e observa. Ficar sentado lhe observando promove a compreensão do mundo e diminui o refluxo porque ele está sentado além de aliviar sintomas de resfriado, pois a posição ereta ajuda a liberar o muco das vias respiratórias.
7)      Móbiles
Observar coisas fortalece os circuitos neurológicos na região do cérebro que controla o pensamento, ou seja, estimula o desenvolvimento  cerebral além de fortalecer os músculos oculares.
8)      Toque
Juntar vários tipos diferentes de tecidos e dar para o bebê brincar, ajudando-o a segurá-los. Isso estimulará a descoberta de novas coisas e no desenvolvimento do lóbulo parietal do cérebro, alem de aumentar a sensibilidade e melhorar a coordenação entre olhos e mãos.
9)      Banho
Se for possível tomar banho junto com o bebê, isso aumentará os laços criados entre vocês além de gerar confiança dele na água e ajudar no desenvolvimento muscular.
10)   Exercícios com as pernas e braços
Movimentar as pernas e os braços do bebê enquanto conversa e canta com ele ajuda no desenvolvimento muscular e melhora a habilidade motora e a coordenação. É uma brincadeira que promove a interação. Também desenvolve a memória do bebê que aprenderá palavras através das musicas cantadas para ele.

3 comentários:

Sabrina Courcy disse...

Estou na busca por esse livro a algumas semanas mas está difícil encontra-lo. Fico grata de ter encontrado aqui informações sobre ele que só reforçaram meu desejo de compra-lo.
Parabéns pela iniciativa e já aviso que qualquer informação posterior sobre o assunto é bem vinda.
Beijos.

Lorena Oliveira disse...

Faço tudo isso com meu baby, ele tem 2 meses, pode até ser impressão minha, mas sinto que ele corresponde a todos os estímulos, brincadeiras que faço com ele.
No aguardo das próximas brincadeiras...
Beijos

Camila Guerrero disse...

Oi Lorena,
Não é só impressão sua, eles correspondem sim aos estímulos.
Agora cabe a você continuar estimulando seu bebe.
Bjs
Camila

Postar um comentário

Obrigada pela mensagem, responderei em breve.

Bjinhos